segunda-feira, 30 de agosto de 2010

Menudomania

"Essa foi a minha deixa. Apareci completamente sem graça e falei: “tô aqui mãe, não precisa chorar mais”. Antes que eu recebesse o esperado abraço de alívio pela volta da filhinha amada, levei tanto tabefe, tantas palmadas que nem tive tempo de sentir vergonha das minhas amigas que assistiam a tudo.


Apanhei na frente do padeiro, dos vizinhos e de quem quer que se atrevesse passar por ali. Minha mãe estava tão brava que seria capaz de distribuir palmadas a qualquer um que se intrometesse."

2 comentários:

  1. ola Dri
    obrigada pelo seu comentário de Março, mas vale mais tarde do que nunca.
    Amélia

    ResponderExcluir